sábado, 5 de dezembro de 2009

Vejo no azul dos Céus um sedutor

Vejo no azul dos céus, um sedutor
A sua cor de cambraia, me contagia
Que traz aos meus olhos, tanta magia
Como á minha boca, poemas de amor

É sinfonia, de luz e de esplendor
É doçura de beijos, no teu olhar
É como a luz, do sol ao despertar
E o perfume intenso, de qualquer flor

Os beijos que te dei, por brincadeira
Tornaram-se, em Historia verdadeira
Que não foi mera coisa, de ocasião

P`ra conseguir beijos teus, tudo fiz
Acredita que hoje, vivo feliz
Alimentando em mim, esta paixão

AUTOR
MANUEL J CRISTINO

Nenhum comentário:

Postar um comentário